sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Sob o mar verde de nuvens toscas.

Sabe quando você tá pensando em ir, ai vê a foto do mar verde, e pensa duas vezes, pq afinal, o mar tem que ser azul, e se na foto ele não é azul, imagina só pessoalmente.

Então, deixando todos os critérios de lado, você vai.

O primeiro toque na água, é como se você estivesse asfixiado por toda sua vida e só agora descobriu como é respirar de verdade, o vento é diferente, ele tem um cheiro diferente, forte.

O sol brilha tão forte que mesmo que houvessem nuvens no céu, a resplandecência seria a mesma.

Ao que navega feliz em direção ao sol, ele parece estar fugindo cada vez mais de você, com medo talvez, você pensa. Na verdade o tempo passou rápido; - É hora de ir embora.

Você então volta pra casa, se lembra daquele momento único, um dos melhores da sua vida.

E por fim descobre que no fim do dia foi tirada uma foto. E o mar estava verde, e o sol não brilhava tão forte, e as nuvens estavam lá.

E a felicidade vai embora, o sorriso se deforma, as historias perdem hora.

Antes de dormir, agoniado, você reflete que tudo o que o seu coração mais quer, é voltar àquele mar, mesmo que em consciência você saiba que estará fazendo bobagem.

4 comentários:

Fong disse...

aeaeaeaeae, adicionado \o\

Renuska disse...

pooorra, que baita texto.

iarashi disse...

o mar azul me assusta demais.




...

Iuri, Prazer. disse...

baita texto :3?